Você sabia? Coréia do Norte quer aposentar impressos escolares até 2015

É da Coréia do Sul, um país com mais de 46 milhões de pessoas e espremido entre o Japão e a Coréia do Norte, que vem uma notícia aparentemente estranha para alguns: todos os livros escolares impressos serão aposentados e seus respectivos conteúdos serão digitais. Segundo apuração do site Gizmodo Brasil, o Ministério da Educação, Ciência e Tecnologia daquele país espera que a mudança seja realizada até o ano de 2015.

O governo sul-coreano prevê um investimento de mais de R$ 3,2 bilhões para a façanha. Como suporte para a mudança, as escolas receberam rede wi-fi. Ainda segundo o Ministério, os livros digitais terão o conteúdo tradicional mais multimídia, o que garantirá uma atualização quase que imediata dos conteúdos de interesse.

ESTADÃO

A exemplo da iniciativa sul-coreana, o jornal Estado de S. Paulo lançou, literalmente, na rede o seu acervo, desde o último dia 24 de maio. Com essa ação, o Estado disponibiliza dados que vão desde os tempos em que o jornal se chamava A Província de São Paulo, isto é, desde 4 de janeiro de 1875, aos dias atuais. Segundo apuração do site Bibliotecno, outros periódicos já disponibilizaram seus acervos para apreciação ou consulta, em algum período de suas respectivas histórias. Jornal do Brasil, Gazeta de Minas, revista Veja, jornal A Tarde (BA) e Folha de São Paulo foram alguns dos citados.

Browse the Boletim archive. Area: . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*