Defesa de doutorado comparará o processo de profissionalização dos bibliotecários, contadores e analistas de tecnologia da informação

O Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais tem o prazer de convidá-lo(a) a assistir a Defesa de Tese de Doutorado, intitulada:

“ESTUDO COMPARADO ENTRE BIBLIOTECÁRIOS, CONTADORES E ANALISTAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: PROCESSO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E SEU EFEITO NA FORMAÇÃO, ATUAÇÃO E RECONHECIMENTO PROFISSIONAL”

Aluna: Josmária Lima Ribeiro de Oliveira

Data: 12 de dezembro de 2012, às 08:00 horas

Local: sala 1000 – ECI/UFMG.

Resumo:

Ao longo dos anos de 1990 e início do século atual, os movimentos de reestruturação produtiva e a atuação neoliberal dos Estados nacionais impactaram as profissões, que foram incitadas aos processos de desregulamentação, em prol da flexibilidade nas formações profissionais e nas relações de trabalho. Os campos ligados à informação e à comunicação foram particularmente atingidos. Tais incitações afetam a desregulamentação do mercado de trabalho e as profissões, impactando as características da qualificação, da jurisdição e do controle, alterando a atuação profissional, a relação salarial, a formação profissional, e impactando sobre as ações de regulação e de controle dos respectivos credenciamentos. Com o enfraquecimento da ação regulatória, ocorre uma mudança na forma como a sociedade reconhece a profissão, apresentando novos olhares sobre a perspectiva profissional. Em decorrência dessas mudanças, as profissões passam por um momento de readaptação. Nesta perspectiva, este trabalho analisa questões sobre o valor da profissionalização, levando em conta as noções de relação salarial e relação educativa, por meio de um estudo comparado entre bibliotecários, contadores e analistas de tecnologia da informação. Como metodologia de pesquisa, para o estudo comparado, utilizaram-se a abordagem quantitativa e a qualitativa. Quanto aos dados qualitativos, foram realizadas 17 entrevistas com diversos atores sociais que representam o interesse coletivo dos empregadores, dos empregados, das escolas de formação e da sociedade. Os dados quantitativos contemplaram as bases de dados RAIS, RAISMIGRA (1985 a 2009) e as de 2002, 2004, 2006 e 2008 da PNAD. O resultado valida o pressuposto de que a regulamentação contribui para a profissionalização. Quanto à formação, identificou-se que as profissões regulamentadas há mais tempo têm maior articulação entre os atores sociais, porque resolvem os conflitos na comunidade profissional, causando menores constrangimentos à sociedade. Quanto à atuação profissional, foi possível identificar que profissões regulamentadas há mais tempo apresentam condição mais favorável à prevenção do desemprego estrutural, à manutenção da mão de obra qualificada, à possibilidade de mobilidade e estabilidade, ao salário e ao reconhecimento social.

This entry was posted in Defesas de mestrado e doutorado and tagged . Bookmark the permalink. Post a comment or leave a trackback: URL pra trackback.

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*
*